This is a print version of story O Ginecologista safado by bukkub from xHamster.com

O Ginecologista safado

O Ginecologista
Eu estava na época com 18 anos, o Doutor era meu ginecologista desde os 15 anos. Sempre me respeitou muito, por vezes minha mãe acompanhava a consulta, mas depois de tanto tempo com o mesmo médico e ele sempre se mostrando tão profissional, ela nem sempre me acompanhava e era tudo normal, conversava, contava sobre sua família, perguntava as novidades, enfim sem nada de extraordinário. Quando completei 18 anos, fui a uma consulta de rotina e ele começou a fazer perguntas diferentes sobre minhas relações sexuais, que até então eram apenas se sentia dor, incômodo, coisas deste tipo. Me perguntou se eu sempre sentia prazer, se chegava ao orgasmo, quantas vezes por semana me sentia excitada, se fazia sexo anal e se olhava bem o pênis antes de chupar. Eu estava em choque, morrendo de vergonha, mas respondi tudo, achando que era um novo tipo de anamnese. Conforme ele ia me perguntando, eu estava ficando com a calcinha molhava e aí aumentava muito minha vergonha e pensava : Isto não está acontecendo comigo, não posso estar com tesão por um cara da idade do meu pai. Apesar de ter mais de vinte e cinco anos que eu, ele ainda era muito bonito, bem alto, olhos claros e bastante cabelos de cor meio avermelhada. Eu achava ele bonito, mas sempre o tratei com muito respeito e ele também, eu contava sobre os meus namorados e nunca havia percebido alteração em suas atitudes, mas enfim... Depois desta conversa ele disse que precisava me examinar para verificar se haveria necessidade de pedir exames, pediu para eu me dirigir até a maca e tirar toda a roupa e colocar um avental verde que eu já estava acostumada. Fui e fiquei deitada espeando enquando ele escrevia alguma coisa. Então ele chegou perto da maca e disse que gostava muito de mim e que estava feliz por eu ter completado 18 anos e que queria que eu fosse sua paciente durante muito tempo e beijou minha mão, eu quase desmaiei, era tudo tão estranho, estava com muito medo, e principalmente muita dúvida, será que eu estava entendendo bem, ele estava me cantando? Bom, ele se sentou em um banquinho nos pés da maca e pediu para eu colocar as pernas nos “suportes” laterais, descrê o bumbum o máximo possível e relaxar. Colocou luvas e começou a fazer um exame de toque, eu estava molhada e ele retirou os dedos e me disse “Nossa como você está lubrificada!” Eu devo ter ficado muito vermelha, porque logo em seguida ele disse pra eu não me preocupar, cheirou seus dedos depois se levantou deu pra eu cheirar, eu com cara de interrogação, e ele lambeu os dedos na minha frente e disse que estava com gosto bom. Voltou a seu lugar e continuou o “exame”, então eu vi que ele tirou as luvas e abriu bem os lábios da minha bucetinha, mexendo bastante neles, então colocou novamente os dedos dentro dela e disse pra eu apertar contra eles, eu fiz e ele falava “agora relaxa, aperta de novo, relaxa...” e eu ia fazendo, ele disse que isto era um exercício para fortalecer cada vez mais a vagina, só que quanto mais eu fazia, mais excitada eu ficava, e ele percebia claro, e perguntou se era bom, a esta altura eu estava aceitando qualquer coisa, pois é muito excitante ser masturbada pelo seu próprio médico. Ele então disse que eu era uma boa aluna que estava com a buceta bem forte, com estas mesmas palavras e deu um beijinho nela, fiquei em estado de choque e ele perguntou se podia sentir meu gosto diretamente dela, eu disse que sim, e ele começou a passar a pontinha da língua nos lábios e no clitóris e eu gemia baixinho, ele sabia como fazer aquilo, depois colocou dois dedos dentro dela e chupou mesmo pra valer, era maravilhoso sentir sua língua molhada e sua mão me explorando e dando tanto prazer, com a outra mão ele começou a acariciciar o cuzinho e então colocou a língua nele também e enfiava um pouquinho e eu me contorcia e gemia pois nunca tinha experimentado tanto prazer em ser masturbada, ele colocou um dedo no meu cu, e outra na minha xana e ficou chupando e beijando o clitóris, eu não agüentei e gozei na boca dele. Ainda deitada ele disse que precisava examinar meus seios e veio acaricia-lo, com um jeito tão intenso que rapidamente eu já estava pronta de novo, ele muito experiente percebeu logo e mandou eu sentar na maca, obedeci, ele então desabotou o cinto e a calça e tirou o pau pra fora, levei um imenso susto pois o pau dele era o maior que eu já vi na vida, realmente enorme, ele segurou meus seios e colocou e pau no meio deles e pediu para eu beija-lo, eu rapidamente passei os lábios naquela cabeça enorme e senti seu cheiro muito forte de macho, ele apertava meus seios e enfiava a cabeça do pau na minha boca, eu tentava colocar mais só que era tão grande que não conseguia, passei a língua em todo ele e comecei a chupas as bolas, e masturba-lo, ele estava muito excitado e me pegou no colo e me colocou de pé me apertando contra ele, fiquei com medo pois do jeito que ele me segurou o seu “tamanho”, o pau dele batia da minha virilha até bem mais que o umbigo e muito grosso, tive certeza que se resolvesse enfiar tudo aquilo na minha buceta iria fazer um estrago enorme, eu já tinha transado com homens altos, pois tenho apenas 1,60 mas ele além de ser grande de altura é enorme de pênis também. Então ele se esfregou um pouco em mim e depois me fez ajoelhar e chupar mais seu pau, fiquei me deliciando sugando tudo que podia daquele maravilhoso pau gigantesco e quando percebi que eu ia gozar tentei tirar a boca, mas ele segurou minha caneca e me fez engolir toda sua porra, eu nunca tinha engolido e detestei o gosto e era muito “grosso” (o líquido) quando passou na minha garganta. Eu comecei a chorar e ele me pegou do chão que ainda estava ajoelhada e me colocou no colo, fazendo carinho e dizendo que havia muito tempo que me desejava e estava louco pra me ter, que eu era muito lindo e que ficava com ciúmes quando eu contava que estava namorando alguém. Quando sai do consultório, as outras pacientes me olharam querendo me matar porque fiquei mais de 40 minutos com ele. Depois disso, voltei outras vezes para novas consultas, mas ele era muito ciumento e não queria que eu saísse com mais ninguém apesar dele ser casado, queria que eu fosse morar sozinha num apê que ele alugou pra mim, pagar minha faculdade e enfim ser meu dono. Mas como ele sempre disse eu era bonita e gostosa de mais pra ser só dele, foi em excelente professou e agora consigo fazer meu marido gozar muito gostoso com as lições que tive com o ginecologista.


Story URL: http://xhamster.com/user/bukkub/posts/135863.html