This is a print version of story A Ex Mulher do Meu Melhor Amigo by Arllok from xHamster.com

A Ex Mulher do Meu Melhor Amigo



O que vou relatar aqui aconteceu na virada do ano de 2010 para 2011. Estava na casa do meu tio curtindo a festa da virada do ano junto com vários amigos e amigas, dentre todas as pessoas estava Josi a ex-mulher do meu melhor amigo Andre. Ela estava com um vestido curto deixando suas coxas à amostra, e que belo par de coxas ela tem, acompanhada de uma bunda nem tão grande nem pequena, digamos que seja uma bunda que agrada a qualquer homem, a parte de cima do vestido é desses que não tem alça deixando seus peitos um pouco mais expostos, enfim, uma bela mulher com seus vinte e poucos anos.

Sempre respeitei Josi como se fosse minha cunhada, já que Andre é como um irmão pra mim, pois bem, estávamos todos curtindo, dançando, bebendo, até que reparei que Josi não parava de me encarar, fiz de conta que não notei e continuei curtindo com a galera.

Amanhecemos naquela curtição e pouco a pouco as pessoas foram embora, até ficarmos eu, meu tio, a Josi e a Daiane. Não demorou muito e Josi já veio se insinuando para mim, pediu para eu colocar a mão no seu peito esquerdo, pois ela dizia que seu coração estava acelerado demais, pois ela estava achando aquilo meio estranho, (estranho achei eu dela vim me pedindo isso), disse a ela para me dar o braço para eu verificar sua pulsação que estava normal é claro, ela me agradeceu com um abraço e um beijo no rosto saiu para fumar um cigarro.

Fui até ela e pedi um para eu fumar, ela disse que aquele era o ultimo, ai eu disse que iria até o posto para comprar uma carteira e ela pediu para ir junto, peguei minha moto e fomos indo em direção ao posto, no caminho ela me abraçou e ficou alisando minha barriga o que me deixou de pau duro na mesma hora, chegamos ao posto e tentei disfarçar minha ereção e é claro que ela percebeu, compramos o cigarro e aproveitei para comprar um bacardi com energético para tomarmos na casa do meu tio.

Ao voltarmos para lá Josi veio fazendo a mesma caricia na minha barriga e teve um certo momento que ela pôs sua mão em cima do meu pinto e deu uma apertadinha, quase caímos da moto devido a sensação gostosa que ela me fez sentir naquele momento, chegamos na casa do meu tio e ela olhou para mim e fez uma carinha de quem estava querendo levar rola e entrou na casa, entrei e para minha surpresa meu tio já estava no quarto metendo a rola na Daiane, pois dava para escutar os gemidos deles na sala aquilo me fez olhar com um puto tesão para Josi e não quis nem saber se ela era ex do meu melhor amigo fui logo pra cima dela pois tinha certeza que ela também queria aquilo,cheguei ao seu lado olhei nos seus olhos e não precisou dizer uma palavra sequer já fui beijando ela pegando em sua cintura se envolvendo num beijo gostoso e demorado, sentei no sofá.

Ela veio para cima de mim e parei de beijar sua boca e fui beijando seu pescoço e em seguida já estava chupando seus peitos que nessa altura estavam com aqueles biquinhos rosados bem durinhos, enquanto chupava seus peitos fui levantando seu vestido e pegando naquela bunda redondinha que estava com uma calcinha preta fio dental enterrada no rabo, aquilo me deixou ainda mais tesudo, tirei seu vestido deixando ela apenas de calcinha e também me despi ficando totalmente nu deixei ela sentada no sofá, peguei no seu cabelo e levei sua cabeça em direção a minha rola, ela ficou chupando tão gostoso que quase me fez gosar na sua boca, ela ficava passando a língua na cabeça e ia descendo a língua até o saco.

Tinha alguns momentos que ela colocava as bolas na boca e punhetava meu pinto só de lembrar fico com o pau duro, ela ficou chupando por uns dez minutos e pedi para ela parar pois seria a minha vez de retribuir a chupada, levei ela pro outro quarto que tinha na casa coloquei ela de quatro na cama puxei sua calcinha de lado e comecei chupando sua bucetinha, ela dava uns gemidos e apertava o lençol da cama e isso fazia com que eu continuasse chupando cada vez mais rápido, comecei a alternar as chupadas passando a chupar seu cu e sua buceta e isso ia deixando ela cada vez mais com tesão ela falava para eu não para que tava gostoso demais que logo ia gozar se eu continuasse assim então resolvi chupar seu cu e colocar um dedo na sua buceta, parece que isso era o que tava faltando para ela gosar pois deu um gemido tão gostoso que lembro até agora.


Aproveitei e enfiei mais um dedo e comecei a acelerar e ela começou a rebolar que dizendo que tava gostoso demais que tava gozando, nossa seus gemidos e palavras deixavam meu pinto até ardendo de tão duro que tava, ela disse que era para eu colocar meu cacete nela que ela queria sentir ele todo dentro, deixei ela na mesma posição, de quatro com a calcinha de lado e comecei a colocar meu pau bem devagar para curtir a sensação daquela bucetinha apertando meu cacete, ela ia rebolando no mesmo ritmo e fui acelerando aos poucos, peguei em sua cintura e comecei a dar umas estocadas firme e forte fazendo ela gemer bem gostoso, comecei a xingar ela e ela disse para eu xingar mais que ela gostava, xingava ela de puta, vagabunda, vadia, cachorra, então com uma mão eu puxava seus cabelos e com a outra eu dava uns tapas e xingava ela, não demorou muito e ela disse que estava gozando e que era muito bom ser tratada como uma puta, ela me pediu para deitar na cama pois queria cavalgar um pouco na minha rola me deitei e ela veio por cima ficou na ponta dos pés e direcionou meu pau até sua buceta e começou num sobe e desce, ela começou devagar e logo foi aumentando o ritmo e eu fui indo no mesmo embalo que ela, que visão maravilhosa ver ela engolindo meu pau, tinha momentos que eu segurava em sua bunda e mesmo por baixo metia rápido fazendo ela gemer muito,logo em seguida ela deitou sobre mim e começou a mexer apenar o quadril e enquanto ela fazia isso eu continuava a xingar e dar uns tapas na sua bunda.

Teve um momento durante a transa que ela disse que fazia tempo que queria dar pra mim que só não tinha se arriscado porque estava com o André e sabia que pelo fato de sermos grandes amigos eu poderia lhe dar um fora, mal sabia ela que sempre a cobicei, enfim continuamos metendo naquela posição até que por intuito coloquei um dedo no seu cu, aquilo acendeu ainda mais a chama que ela estava e ela começou a rebolar ainda mais anunciando outro gozo, me contive para não gozar junto com ela devido ao tesão que estava aquela transa, disse a ela que queria comer seu cuzinho,

E ela se fez um pouco de difícil no começo dizendo que não que ia doer mais no fundo o que ela queria era uma bel a rola enterrada no rego, coloquei ela de quatro tirei sua calcinha e dei uma pincelada no seu cuzinho fazendo ela se arrepiar toda passei saliva na entrada do rego e fui colocando meu pau no seu cuzinho apertadinho, ela dizia para eu ir devagar que tava doendo um pouco, perguntei se ela queria parar e ela disse que não que tava doendo mas que tava gostoso, então falei pra ela relaxar mais e fui colocando ate que entrou tudo, comecei a fazer movimentos leves e ela foi se acostumando com meu pau no seu cu daí ela pediu para eu ir mais rápido o que fiz de imediato comecei a socar forte no seu cu e fui xingando, ela dizia que estava muito gostoso meu pau que era pra mim gozar dentro do seu cu, segurei firme na sua cintura e bombei cada vez mais rápido, comecei a bater novamente em sua bunda e falando que ela era uma vadia que tinha um cu muito gostoso que era pra ela gozar com meu pau enterrado no seu cuzinho, ela mandou eu xingar mais pois ela tava gozando com um pinto dentro do cu, comecei a meter mais rápido anunciando que também tava gozando e que estava enchendo seu cu de porra, que gozada deliciosa tivemos naquele momento, depois de gozarmos chamei ela para irmos tomar um banho e ao chegarmos no banheiro meu tio e Daiane estavam lá,

esperamos um pouco no quarto e depois que eles saíram entramos, comecei a ensaboar as costas de Josi e logo meu pau ficou duro nisso ela se virou e começou um delicioso boquete, ela ficou chupando por um bom tempo arte que ela ficou de pé pedi para ela segurar na parede e empinar bem aquela bundinha e comecei a meter na sua buceta, mudamos de posição e pedi para ela segurar meu pescoço e colocar suas pernas na minha cintura, pequei suas pernas e encaixei ela na parede, pedi para ela colocar meu pau na sua buceta, fiquei metendo e ela ficava gemendo bem gostoso no meu ouvido dizendo que queria que eu gozasse na boca dela, disse a ela que ia gozar ela desceu e ficou de joelhos segurei em seus cabelos e pus meu pau dentro da sua boca gozando bem no fundo da garganta fazendo ela engolir toda minha porra.

Acabamos nosso banho e fomos descansar.


Story URL: http://xhamster.com/user/Arllok/posts/133908.html