Dei Para Meu Enteado

Sou uma mulher, com um tesão que chegaria facilmente ao nível 9,0 na Escala Richter e uma imaginação altamente devassa. Tenho um filho, 1,80m, olhos puxados, duas tatuagens e um fogo que não deve ser brincadeira, a julgar pela rotatividade de meninas lindas na minha casa.Ele nunca me poupou elogios, fala do meu cabelo, elogia minhas pernas, e sempre me pede pra dançar pra ele (sou bailarina de dança do ventre). Ele sempre faz comentários da minha surpreendente beleza madura, num rostinho de 25. É assim que ele fala de mim e confesso isso me excita... Sempre tivemos uma relação de amizade e um laço afetivo inexplicável, ele sempre deita na minha cama pedindo carinho e eu sempre faço com muito prazer... de uns tempos pra cá com muito mais prazer, já que tenho pensado muito nele e em como ele está atraente. Um belo homem. Passei a olhá-lo com olhos bem diferentes e a me esforçar para ouvir qualquer barulho que venha do quarto dele quando está trepando com a namorada ou com outra vadia qualquer. Imaginá-lo comendo a namorada me enche de tesão e eu já me masturbei muitas vezes pensando nisso. Só que minha imaginação vem tomando formas e tenho notado que ele também me olha com certa cobiça. Sempre o surpreendo olhando para minha bunda, tem demonstrações de ciúmes e os elogios tem sido muito mais frequentes e maliciosos, e para ter certeza de que isso tudo não era invenção da minha mente devassa, resolvi fazer um teste com ele. Num dia, depois de alguns minutos que ele estava no quarto com a namorada, resolvi abrir a porta e entrar sem bater, a cena que presenciei foi deliciosa e chocante para meus olhos de "mãe": ELE estava sentado na cama e ela estava ajoelhada mamando o pau dele... fiquei algum tempo olhando para os dois e ela sem graça escondeu a cabeça no meio das pernas dele. Pedi desculpas e sai, mas depois de ter quebrado o clima ela também foi embora. Aproveitei a ocasião e fui para o chuveiro, depois de ter visto aquele pau enorme do meu filho sendo engolido por aquela vadiazinha eu precisava me masturbar... instintivamente comecei a tocar minha barriga, depois subi para os seios, me tocava timidamente, não queria fazer aquilo, é meu filho, eu pensava, mas já era tarde demais, minha buceta estava melada e eu só queria enfiar dois dedos bem fundos na minha xana e gozar toda a putaria que povoava minha cabeça... mas ele também aproveitou a deixa, bateu na porta e pediu para entrar, eu disse: - está aberta filho, ele entrou sentou no vaso e me disse: - Mãe queria pedir desculpas pelo que aconteceu. E eu respondi naturalmente: - Desculpas porque? Eu que entrei sem bater. Sim, mas não era pra acontecer... Desliguei o chuveiro, peguei a toalha e saí do box pra me secar... Quando ele me viu sair nua pôs imediatamente a mão no pau e apertou sem nenhuma vergonha, eu olhei e sorri para deixa-lo bem à vontade. Comecei a me enxugar na frente dele, esfregava a toalha no meu corpo para seduzi-lo, percebi que estava melada e pensei: pára, é meu filho! Só que não parei, ele se levantou e encostou na porta para ver minha bunda, estão eu me abaixei para secar meus pés e deixei que ele admirasse meu rabo e minha buceta louca pra ser fodida... Ele então começou a falar: - Nossa mãe, a Senhora é uma mulher linda... que corpo gostoso, sabia que já briguei com muito amigo meu por causa da Senhora, mas agora, te olhando assim, entendo o que sentem...- Ah é? E o que eles sentem? Ele deu alguns passos na minha direção, segurou minha cintura por trás e beijando minha orelha, falou sussurrando: - Tesão, mamãe... é isso que eles sentem... E foi subindo as mãos pelos meus seios bem devagar, mas com muita segurança e continuou: - A Senhora é uma mulher deliciosa. E cheirosa assim, me deixa com vontade de... antes que ele continuasse, eu me virei e encostando meu corpo no dele, dei um beijo lento e cheio de tesão... Sem nenhuma surpresa, ele retribuiu com a língua bem funda e as mãos passeando pelo meu corpo, subindo pelas minhas costas e descendo pela minha bunda... - Mamãe, que tesão essa bunda... ele falou enquanto seus dedos procuravam minha buceta que estava encharcada e queimando de tesão... hummmmmmmmmmmm gemi quando ele tocou minha abertuda e começou a brincar com a ponta do dedo... Isso mamãe... geme... eu comecei a rebolar no dedo dele e aos poucos ele foi enfiando mais fundo... fui me abrindo toda e ele continuava dizendo: - Isso mamãe, se abre pro seu filhinho... que delícia sentir sua buceta melada... Continuávamos nos beijando e eu coloquei a mão no pau dele por cima da bermuda... - Isso safada, sente meu pau... é todo seu! que gostosa... e eu retribuia: - Ahhhh filho que tesão, que pau duro, que gostoso... ele foi baixando a bermuda e continuei a masturbá-lo por cima da cueca... de repente ele me fez ajoelhar e disse tirando a cueca e jogando-a próximo ao box... agora chupa, mãezinha! Faz o que a Senhora acabou de ver a Nina fazendo...me engole safada... eu não pensei, só segurei o pau dele e enfiei até a garganta...ele gemeu alto e disse segurando meus cabelos: - Nossa mamãe que tesão de língua, chupa seu filhinho, engole...que vadia gostosa é a minha mãe... Eu deixava a cabeça do pau dele roçar minha garganta e lambia devagar até o saco e ele gemia... - isso , mais, mamãezinha, chupa tudo ...uhhhhhhh, isso com a língua.... comecei a aumentar a velocidade e agora seu pau já batia na minha garganta com força, entrando e saindo da minha boca. Ele começou a ficar louco. Me segurava pela cabeça e dizia: - isso sua puta, me chupa com vontade. Isso mamãe, que tesão, sua puta deliciosa!! me chupa vai putinha, sua vadia!! chupa minha rola vai, issso, e eu respondia: - delícia de pau, hummm, hummm, aiii que delicia de caralho, ai que chupada, que delíciaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, agora vem aqui mamãe, seu filho quer ver de onde saiu... vamos pra cama... Ele me pegou no colo e me levou para o quarto dele, me jogou na cama, arreganhou minhas pernas e começou a lamber minha buceta feito um a****l faminto...ahhhhhhhh mamãe, que gosto delicioso, eu gemia na boca do meu safado e dizia: isso meu bebê.... chupa... sente a mamãe melada... olha de onde vc saiu... isso meu gostoso... faz assim... isso, mais... que delícia meu puto... Sem dizer nada, ele começou a beijar minha boca e a mamar nas minhas tetas...ah, mamãe que saudade... que saudade de mamar na Senhora. Que saudade de sentir esses biquinhos na minha boca... preciso te comer mamãe, preciso voltar pra dentro da Senhora... e enfiou com força seu caralho delicioso na minha buceta... Uhhhhhhhh Começamos um vai-e-vem alucinante, ele beijava minha boca e estocada bem fundo depois mamava nos meus peitos e beijava minha boca... - A Senhora é uma vadia deliciosa e como mete bem... Ahhh meu filho vou arrancar o leitinho do seu pau... uhhh isso fode a mamãe bem fundo que eu vou gozar no seu pau...isso mamãe, também vou gozar pra Senhora.... e ahhhhhhhhhhh, eu gozei no pau dele, sentindo que ele também me encheu de porra... Ele gozou gostoso, depois deixou seu corpo cair em cima do meu, que cena lindaaaaaaaaaaaaaaaaa, ele ainda dentro de mim, me abraçando bem forte esgotado e sorrindo me disse: Obrigado, mamãe... foi muito melhor do que eu imaginava... vou querer todo dia... e eu disse: vai ter meu bebê...vai ter muito mais!
100% (3/0)
 
Categories: FetishVoyeur
Posted by bukkub
2 years ago    Views: 345
Comments
Reply for:
Reply text
Please login or register to post comments.
No comments