MULHER MISTERIOSA

É verão e estou com um grupo de amigos e amigas... a jantar no churrascão nas docas em Lisboa ...
A sala é ampla, o espaço agradável, e os sons quentes da música brasileira tocada ao vivo ajudam a criar um ambiente descontraído...

À nossa frente está outro grupo idêntico que parece comemorar algo... As garrafas de vinho vão-se sucedendo umas às outras e já estão todos muito bem dispostos...

Nessa mesa da frente está uma mulher mais nova que eu e que aparenta ter entre 35 e 39 anos. Desde que chegámos que os nossos olhares não pararam de se cruzar...

Está com um vestido de alças super justo... com cores rosa e amarelo com umas flores brancas estampadas...

Os meus olhos procuram entender como será o seu corpo e por debaixo da mesa pude perceber que as suas pernas são bem feitas e ligeiramente bronzeadas do sol...

Estava eu a deliciar-me e a tentar imaginar como seria o resto..., quando levantei os olhos e percebi que ela me estava a observar...

Corei, esbocei um sorriso amargo, mas curiosamente ela retribuiu com um piscar de olhos... Oláaaa....Pensei...Com esta "via verde" passei então a olhar discretamente, mas já sem a preocupação de que ela se apercebesse...

Passado algum tempo, ela levantou-se, pegou na carteira e passou tão próximo da nossa mesa, que pude sentir uma fragrância agradável que me pareceu "Paris"...

Regressou em menos de um minuto... Fiquei intrigado sobre o que teria ido fazer... mas quase de seguida o mistério dissipou-se....

Assim que se sentou os nossos olhares cruzaram-se mais uma vez e ela deixou passar um sorriso malicioso... Se bem percebi... Ela está a gostar.... Vou arriscar mais um pouco... Acho que hoje é o meu dia de sorte... Pensei eu...

Voltei a olhar para debaixo da mesa, desta vez sem a menor cerimónia e percebi que se estava a ajeitar na cadeira para que eu a pudesse ver melhor...

Olhou para mim como que a perguntar: ESTÁ BEM ASSIM ? Acenei levemente com a cabeça e de imediato ela entreabriu ligeiramente as pernas.... pareceu-me ver uma mancha escura... Será que vi bem ? Não... Não pode ser... Olhei melhor e certifiquei-me...Porra... é mesmo verdade...Pensei eu... Aquela mulher misteriosa estava a dar-me uma "sobremesa" fantástica... Que floresta deliciosa... Pensei...

Percebi então que quando fora à casa de banho ela tinha tirado a calcinha.... Hummmm isto promete...

Eu já tinha bebido bem... O branco monte velho reserva 2002 da quinta do Esporão estava à temperatura ideal e de repente duvidei se estaria a sonhar... Não isto não é verdade.... Estarei a delirar? Interroguei-me.

Instintivamente, tirei os óculos, esfreguei os olhos e voltei a olhar com a máxima atenção para me certificar que não estava a ter uma visão... E não estava mesmo... huauuuuuu.... Em pensamento esfreguei as mãos de contente....

De seguida puxou o vestido ligeiramente para cima e abriu mais um pouco a entrada do paraíso... E que paraíso.... Propositadamente deixou cair o guardanapo e ao apanhá-lo ficou mais desprotegida e pude por instantes ver as suas coxas bem torneadas.... O ambiente continuava animado em ambas as
mesas....

Eu estava excitadíssimo... aproveitei ter que compor o guardanapo no colo para provoca-la... com a mão esquerda afaguei o pénis e fiz ressaltar a sua forma para a retribuir... mordeu o lábio inferior e pareceu-me contrair-se de prazer...

Neste jogo de gato / rata... foi a vez de ela ir buscar o guardanapo que estava no colo... Esperou que eu seguisse os seus movimentos... introduziu dois dedos da mão direita na vagina ensopou-os de prazer e de seguida começou a subi-los afastando os lábios até me tentar mostrar o clítoris....A luminosidade debaixo da mesa não era a melhor mas na minha imaginação parecia-me tudo perfeito... Planos dignos do melhor realizador de cinema...Depois simulou que ia limpar os lábios e deixou que eu percebesse que estava a encostar os dedos húmidos aos lábios e passar a língua ao de leve, saboreando o seu
esperma.... Naquele momento roí-me de inveja....RRRRRRR

Tenho que abrandar... senão venho-me aqui mesmo... Pensei... A voz da "minha consciência" deu uma mãozinha e disse-me "PÁRA.... Sonhador...Não vez que isto não te leva a lado nenhum? PÁRA"... Naquele momento senti-me ridículo por ter pensado que conseguia ir mais longe...

Durante alguns minutos evitei-a e regressei "à terra" .... Tinha que baixar a minha tesão para poder sair da mesa e ir ao wc masturbar-me... Tenho que bater uma punheta... porque senão não me aguento... pensei...

Passados uns 10 minutos levantei-me com a desculpa de que ia fumar uma cigarrilha e dirigi-me ao wc dos homens...

Para quem conhece este restaurante, primeiro temos um corredor com a zona dos bengaleiros e ao fundo as Wc H/M...

Entrei...estava vazia...felizmente... QUE LOUCURA DE MULHER... disse em voz alta... Tinha necessidade de partilhar aquela loucura com alguém...

Escolhi a box mais limpa e entrei... Levantei a tampa da sanita, abri as calças tirei o pénis para fora e enquanto urinava disse entre dentes: Estarei a sonhar ? Que foda que eu lhe dava...que foda....

Ainda não acabara de urinar quando ouvi o som abafado de uns passos... Deixara a porta entreaberta, levantei a cabeça e olhei para tráz... era a mulher misteriosa...

Esboçou um sorriso safado como quem diz : AQUI ESTOU... SOU TUA... FODE-ME....

Esta gaja passou-se... E agora? Pensei eu...

Enquanto eu acabava de urinar ela aproximou-se, entrou na box, fechou a porta, encostou-se a mim, roçou os peitos duros nas minhas costas e com as duas mãos nos meus quadris apertou-me energicamente contra si, como se quisesse penetrar-me por traz, mordendo-me o pescoço... Senti um enorme arrepio pela espinha a baixo.... Ainda nessa posição, pegou no meu pénis e sacudiu as ultimas pingas... recordo o calor das suas mãos delicadas e bem cuidadas...

Reparei que usava aliança...

Virei-me, fixámos os nossos olhares e beijámo-nos ardentemente como que se o mundo fosse acabar naquele momento... e ia mesmo... Infelizmente...

Baixei a tampa, pu-la em pé em cima sanita virada para min .... Tirou os sapatos... Não dissemos uma palavra e de seguida sentei-me na sanita na posição contrária ao habitual e a minha cabeça ficou mesmo à frente da "entrada do paraíso"...

Ela subiu o seu reduzido vestido e entreabriu ligeiramente as pernas e comecei a lamber e a chupar-lhe a vagina ao mesmo tempo que os meus dedos se introduziam por ela acima... Entre dentes... ela gemia de prazer...

Apoiou-se nas paredes laterais da box e com o pé direito tocou-me nos testículos e no pénis que já estava "imenso", como diria uma amiga minha...

Não tínhamos muito tempo... podia aparecer alguém ou darem pela nossa falta....

Ao fim de alguns minutos ela virou-se contra a parede, dobrou o corpo e recomecei. Molhei a mão esquerda na vagina e depois comecei a acariciar-lhe o anús... Contraiu-se... pareceu-me que não estava à espera.... Insisti de novo, mas agora com a língua... começou a fazer "contracções" regulares, ora apertando ora alargando.... Ao mesmo tempo movimentava o corpo para a frente e para trás ritmadamente....

As suas mãos ora acariciavam o peito ora vinham para a vagina ensopada em prazer....

Adorei... sempre que me "oferecia" os seus dedos para chupá-los... QUE TESÃO... QUE SABOR... hummmm.

Toda esta situação era por si só super excitante. O facto de sermos dois desconhecidos, de estarmos num local público, o risco de sermos apanhados por alguém dos nossos grupos.... Estávamos já descontrolados e apenas sintonizados na foda... adrenalina no máximo...

Ela saltou para o chão... apoiou as mãos na parede lateral da box e comecei a penetra-la por trás... energicamente... Ouvimos então o som de um homem a urinar.... Parámos por segundos... trocámos um olhar... Os nossos corações dispararam ao máximo... Ela pôs-me o dedo nos meus lábios como que a dar-me ordens para continuar...

Em silêncio posicionou-se de novo a jeito para eu a penetrar e recomeçámos.... Este factor destabilizador veio excitar-nos mais ainda e não conseguimos prolongar por muito mais tempo...Conseguimos apenas esperar que o intruso se fosse embora e viemo-nos ambos em silêncio... com fortes contracções ou melhor, com fortes explosões de prazer... Deixámo-nos estar nesta posição durante um ou dois minutos... exaustos....

A mulher misteriosa, virou-se então para mim, procurou os meus olhos, esboçou um sorriso e demos um abraço de despedida apertado e sentido... Ambos sabíamos que nunca mais voltaria a acontecer...

Senti a sua respiração ofegante e o bater ainda acelerado do seu coração....

Confirmei que usava o "paris" do YSL...

Estava prestes a terminar.... Queria saber o seu verdadeiro nome, mas ela antecipou-se na leitura dos meus pensamentos e tapou-me a boca para nada dizer... Em contrapartida abriu a pequena mala, tirou a calcinha estendeu o braço, procurou os meus olhos e ofereceu-ma sem dizer uma palavra...

Saí primeiro, fui ver se o caminho estava livre, fiz-lhe sinal e ao passar por mim trocámos um ultimo beijo... Que lábios quentes e sensuais....

Pareceu-me ver alguma tristeza espelhada no brilho dos seus olhos castanhos...

Saiu, sem nunca termos pronunciada uma única palavra, e regressou à sua mesa e à sua condição de "esposa bem comportada".... Com o olhar acompanhei a sua silhueta elegante até desaparecer ao fundo do corredor.... ADEUS.... Disse entre dentes...

Acendi a tal cigarrilha, dei duas fumaças, enquanto cheirava a sua calcinha...hummmm

Fechei os olhos por instantes...Guardei-a no bolso, arranjei-me e regressei ao meu lugar...

Demoraste... Reparou a minha mulher... O jantar caiu-me mal...tive que ir ao wc... Segredei-lhe ao ouvido... Procurei dar mais atenção aos meus amigos...

O grupo dela saiu primeiro... Trocámos um ultimo olhar cúmplice....

Descodifiquei... ADOREI...

Nunca mais a encontrei.... Nunca mais estive com ninguém que me tivesse marcado tanto...

Guardo a "calcinha" no meu escritório e quando me bate a saudade vou buscá-la.... Ao tocar-lhe e cheirá-la transporta-me invariavelmente "ao paraíso".... Consigo reviver cada instante como se estivesse a acontecer naquele momento....

Já voltei ao Churrascão, tive a sorte de conseguir ficar na mesma mesa, mas.... a mulher misteriosa não apareceu.... Antes de sair fui ao wc reviver aquela loucura....

Quem sabe se agora com a história publicada aqui no site, o destino me volta colocá-la de novo no meu caminho...

Afinal quem és tu ...MULHER MISTERIOSA?

Realidade ou ficção? Será que importa?

100% (5/0)
 
Categories: Hardcore
Posted by FX102740
3 years ago    Views: 307
Comments (5)
Reply for:
Reply text
Please login or register to post comments.
Cafetaode...
retired
2 years ago
Nao importa mesmo, o e oque sentimos quando lemos ela ,e eu cheguei me sentir no lugar dela , fiquei molhadinha de tezao
2 years ago
muito bom!
sex234
retired
2 years ago
otima historia, mexe com imaginaçao da gente!!!
sandramon...
retired
2 years ago
QUERO PARTICIPAR DA HISTORIA
ganito
retired
3 years ago
Excelente história e muito excitante...